Lauterbacher/pt

Aus Dancilla Wiki
Wechseln zu: Navigation, Suche

Dança do Odenwald. Em seu livro "Tänze unserer Heimat, zweiter Teil, 1956", Hermann Jülg escreve: Lauterbacher II, Odenwald, Melodia e forma de dança de Hans von der Au.

Formação incial

No mínimo 5 pares, em círculo, todos de mãos dadas, todos voltados para o centro

Descrição de dança

Introdução

O rapaz cumprimenta a moça da esquerda e a da direita

Círculo

Compasso 1-4: As moças avançam com 4 passos ternários para o centro, inciando com o pé esquerdo, ali formam um círculo menor, mãos na cintura. Rapazes ficam parados no lugar.

Compasso 5-8: Moças fazem passos de juntar lateral para a esquerda, direita, esquerda e direita

Compasso 9-12: Os rapazes avançam com 4 passos ternários, iniciando com o pé esquerdo, para o centro vindo a ficar atrás de sua parceira

Compasso 13-16: Os rapazes seguram as moças pela cintura e as conduzem com 4 passos ternários para trás, todos iniciando com o pé esquerdo, de volta para o círculo inicial. Os parceiros se olham alternadamente pela esquerda e direita.

Troca

Compasso 17-24: Os rapazes avançam em sentido de dança com passos ternário passando por fora pela parceira e pela próxima, entrando no círculo após passar pela terceira moça a qual cumprimentam e se posicionam a sua frente

Balanço

Compasso 25-26: Os novos pares assim formados seguram-se pelas mãos, direita do rapaz segura a esquerda da moça, balançam as mãos em sentido de dança e contra o sentido de dança, acompanhando o movimento com um pequeno passo de juntar lateral

Compasso 27-28: Mais uma balanço em sentido de dança e a moça é conduzida para girar em sentido horário, com 2 passos de valsa, avançando até o próximo parceiro em sentido de dança.

Compasso 29-32: Conforme compassos 25-28

Compasso 33-40: Conforme compassos 25-32

Valsa

Compasso 41-56: O rapaz dança valsa rodada com a 5ª moça que vier ao seu encontro

Interludio

Compasso 57-64: Durante estes 8 compassos continuam dançando valsa, para então se formar novamente o círculo na posição inicial. A dança reinicia sem a parte do cumprimento

Os compassos 57-64 muitas vezes não são executados, sendo que então a dança já reinicia após os 16 compassos de valsa anteriores. Para Hermann Jülg porém esta passagem era muito importante para que o círculo pudesse ser refeito de forma ordenada.

Fonte

CD

Partitura

Vídeos

Em outros idiomas