Schwarzerdner/pt

Aus Dancilla Wiki
Wechseln zu: Navigation, Suche

Schwarzerdener Tanz, Schwarzerdener Pfingsttanz, Rhön.

Posição inicial

Número par de pares no círculo, voltados para o centro, de mão dadas. Os pares são numerados em 1 e 2, sendo que estes dançam juntos quando assim for o caso.

Descrição de dança

Figura 1

Compasso 1-8: Todos se voltam levemente para a esquerda e caminham em passo ternário contra o sentido de dança

Compasso 1-8 (Rep): Sem soltar as mãos, todos se voltam levemente em sentido horário para a direita e caminham em passo ternário em sentido de dança

No compasso 8 os pares 1 e 2 se voltam frente a frente, sendo que par 1 fica direcionado em sentido de dança e par 2 contra o sentido de dança, a mãos internas dadas.

Figura 2

Compasso 1-2: Os dois pares avançam para a posição contrária, sendo que par 2 levanta os braços formando uma torre para que o par 1 possa passar por baixo em sentido de dança. Ao final todos soltam as mãos e fazem meia-volta por dentro, os pares novamente se encontrando frente a frente e voltando a segurar as mãos internas.

Compasso 3-4: Os dois pares avançam novamente para a posição contrária, sendo que agora o par 2 forma a torre para o par 2 passar. Assim sempre o par que avança em sentido de dança passa sob a torre. Ao final soltar a mão e girar conforme compasso anterior.

Compasso 5-6: Os dois pares voltam a avançar, par 2 abre a torre para o par 1 passar em sentido de dança. Ao final permanecer no mesmo sentido e assim se encontrar com o próximo par que vem ao encontro.

Compasso 7-8: Com este par formar um círculo de mão dadas e com 6 passos girar em sentido horário meia volta, assim todos voltam a ficar na posição inicial, par 1 voltado contra o sentido de dança e par 2 voltado em sentido de dança.

Compasso 1-8 (Rep): A figura se repete sendo que agora primeiro o par 1 forma a torre para o par 2 passar, uma vez que o par que avança em sentido de dança sempre passa sob a torre. No compasso 8 todos voltam a formar o grande círculo, voltados para dentro. Cada par volta a estar na posição inicial da dança,com os mesmos pares a direita e esquerda.

Figura 3

Compasso 1: Todos soltam as mãos daqueles que não são seus parceiros. Os rapazes fazem um passo ternário para trás, iniciando com o pé esquerdo, conduzindo as moças que avançam com um passo ternário contra o sentido de dança e se voltam para que possam ficar frente a frente com seu parceiro, tomando-a pelas duas mãos. Neste momento também todos devem ter contato visual.

Compasso 2: Os rapazes soltam a mão direita, segurando a moça com a esquerda. As moças avançam com um passo ternário contra o sentido de dança, se voltam em sentido anti-horário vindo a se posicionar à esquerda do parceiro. Neste momento todos dão as mão fechando o círculo. Os rapazes fazem um passo ternário para frente. As moças avançaram uma posição contra o sentido de dança, tendo se deslocado da direita para a esquerda do seu parceiro.

Este deslocamento das moças pode também ser feito em sentido contrário, sentido de dança, mas é necessário que haja uma definição para que todos executem da mesma forma. Em eventos de integração muitas vezes acontecem algumas confusões por este motivo, algumas moças avançando contra, outras em sentido de dança.

Compasso 3-16: O avança das moças ainda se repete por mais 7 vezes da mesma forma, assim ao final as moças avançaram 8 rapazes contra o sentido de dança. Assim também moças e rapazes dos pares 1 e 2 voltam a estar juntos.

Execução

Em geral a dança é executada 2 ou 3 vezes. Ao final se repete mais uma vez a figura 1 do grande círculo contra e em sentido de dança. Nos dos últimos compassos todos fazem um passo ternário e um passo final para o centro do círculo e se cumprimentam.

Fonte

Partituras

CD

Vídeos

Versão "clássica" lenta de Kögler-EP 58616, dançado por um grupo de Witmarsum - Brasil.

Versão mais rápida dançada por um grupo de Donauschwaben. Uma pequena modificação foi feita na primeira parte, o grande círculo se dividindo em círculos de 2 pares.

Primeira dança do vídeo.

Origem da música

A música do Schwarzerdner foi retirada de uma manuscrito de Knaffl do ano de 1813. As melodias são ainda mais antigas e tem sua origem no século 16 na Inglaterra. Na página Musik Schwarzerdner pode ser acompanhada uma discussão sobre este tema.

Em outros idiomas